SINDAFA-MG


  1. Início
  2. /
  3. Sindafa-MG
  4. /
  5. Sindafa-MG cobra resposta do IMA sobre ofício que trata a precariedade no trabalho
terça-feira, 20/02/24 15:00

Sindafa-MG cobra resposta do IMA sobre ofício que trata a precariedade no trabalho

Sindafa-MG cobra resposta do IMA sobre ofício que trata a precariedade no trabalho
Foto: Divulgação/IMA


Más condições da infraestrutura de trabalho foram relatadas e denunciadas pelos servidores do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA)

O Sindicato dos Fiscais Agropecuários e Fiscais Assistentes Agropecuários de Minas Gerais (Sindafa-MG), representado por membros da Diretoria Executiva, esteve reunido na última quinta-feira (15/02), com diretores do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA).

O objetivo do encontro foi tratar do ofício protocolado em 03/10/2023, que até o momento não foi respondido pela instituição, o qual abordou a estrutura precária de trabalho que se encontram os servidores das unidades central e regionais do IMA.

A presidente do Sindafa-MG, Priscila Presotti, na oportunidade, apontou no documento alguns itens primordiais de melhorias, sendo eles: manutenção estrutural das unidades, fornecimento de equipamentos de proteção individual, e disponibilidade de internet que atenda às demandas de serviço e infraestrutura de pessoal, pontos que devem ter maior atenção do órgão e do governo do Estado de Minas Gerais.

“Os servidores precisam ser informados quanto ao andamento das ações que estão sendo providenciadas pela equipe do IMA, além das questões que são objetos de licitação, para terem noção dos prazos ainda necessários para resolução da demanda”, salientou Presotti.

Em contrapartida, o diretor-geral do IMA, Antônio Carlos de Moraes, ressaltou a importância do ofício encaminhado, e que ele será respondido após avaliação completa do conteúdo pelo diretor Técnico, Guilherme Dias, e pela diretora de Planejamento, Gestão e Finanças, Manoela Vale.

“Esta pauta está em análise desde que a Diretoria-Geral teve ciência das reivindicações dos servidores, apresentadas por meio do Sindafa. Neste ínterim, estamos realizando levantamentos de dados nas unidades descentralizadas, para as ações serem direcionadas conforme as demandas de cada escritório ou coordenadoria”, explicou Moraes.

Gratificação Gedima

Durante a reunião, os membros diretores do Sindafa-MG também solicitaram posicionamento da Diretoria do IMA sobre o acerto financeiro retroativo da Gratificação de Escolaridade e Desempenho Institucional (Gedima), para todos os fiscais e fiscais assistentes agropecuários do órgão.

Esta é uma determinação da Resolução n.° 5.615, de 14/12/2023, que sustou os efeitos da subtração do fator de redução (VT) do valor da gratificação bruta (VGB) da fórmula para o cálculo da gratificação Gedima.

Em resposta, a diretoria do IMA mencionou que alguns servidores não receberam o acerto mensal já creditado a todo o quadro de servidores em 2024. No entanto, a Gerência de Gestão de Pessoas está em contato com a Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), para que esta situação seja resolvida e o acerto efetivado no próximo contracheque.

“Após regularizar esta situação será dado início a negociação dos valores retroativos e as condições que serão realizadas para realizar esse pagamento. Na sequência do término desta operação, o Sindafa será comunicado”, esclareceu o diretor-geral do IMA.

Dessa forma, assim que o sindicato receber este aviso, o repassará aos fiscais agropecuários e fiscais assistentes filiados.

Além da presidente, Priscila Presotti, participaram da reunião a diretora de Comunicação, Fernanda Gomes; o diretor de Formação Profissional, Lucas Guimarães; e a segunda tesoureira, Kátia de Carvalho, representando o Sindafa-MG.

Estrutura precária de trabalho

O Sindicato dos Fiscais Agropecuários e Fiscais Assistentes Agropecuários de Minas Gerais (Sindafa-MG) protocolou ofício no Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), no dia 03/10/2023, que tratou sobre a estrutura precária de trabalho que se encontram os servidores das unidades central e regionais do órgão.

A motivação do documento aconteceu após o sindicato receber denúncias de servidores de diversas áreas de atuação do IMA, relatando a precarização das condições de trabalho na qual estão sendo submetidos, de forma geral.

Desta maneira, há um descumprimento do direito fundamental dos profissionais quanto à redução dos riscos inerentes à atividade profissional desempenhada, uma vez que não estão tendo um ambiente laboral saudável, sendo de fundamental importância.

Dessa forma, o documento endereçado ao Instituto tem o objetivo de cobrar a apuração e as providências efetivas desses fatos, os quais são de significativa gravidade, sob pena de comprometer as funções institucionais do órgão.

Esta situação implica submeter a população do estado diretamente à insegurança sanitária, já que os fiscais não recebem infraestrutura e logística de qualidade do governo estadual para garantir a execução das atividades finalísticas.

Saiba mais em sindafamg.com.br e nas mídias sociais @‌sindafamg!

SINDAFA-MG: Valorizando e defendendo os Fiscais Agropecuários e os Fiscais Assistentes Agropecuários de Minas Gerais.

Voltar

Últimas notícias

ver mais
Presidente do Sindafa-MG ministra palestra para novos servidores do IMA segunda-feira, 08/04/24 Presidente do Sindafa-MG ministra palestra para novos servidores do IMA Objetivo do bate-papo foi apresentar institucionalmente o sindicato aos recentes fiscais nomeados Durante evento ...
Nota de Condolências sexta-feira, 05/04/24 Nota de Condolências É com profundo pesar que recebemos a notícia de que dois colegas fiscais faleceram ...
Sindafa-MG atualiza Nota Técnica sobre a situação dos servidores estaduais detentores de função pública quarta-feira, 03/04/24 Sindafa-MG atualiza Nota Técnica sobre a aposentadoria dos servidores estaduais detentores de função pública Documento trata da situação funcional e previdenciária dos fiscais que ingressaram no IMA sem ...
Ovo de Páscoa: fiscais agropecuários de MG asseguram a qualidade do leite utilizado na fabricação do alimento domingo, 31/03/24 Ovo de Páscoa: fiscais agropecuários de MG asseguram a qualidade do leite utilizado na fabricação do alimento Você sabia que o leite utilizado na produção de ovos de chocolate é inspecionado ...
Converse com o Sindafa
Skip to content